100nada

Todas eu nós

Vivo em fios, pendurada, às vezes pelos cabelos, na corda bamba, no fio de uma lâmina, às vezes tão enrolada, quase sufocada. Vivo em fios e alguns só me ligam e outros amarro-os eu, aos pés, com uma pedra grande na ponta que depois arrasto atrás. Vivo em fios e sinto que

são puxados, como agora na mão que escreve, não digas nada, não toques no fio que ainda estragas.

Vivo em fios, toda eu nós, amarrada.

One thought on “Todas eu nós

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *